Segurança para Eletricistas – Medidas e Atitudes cruciais!

Segurança para Eletricistas – Medidas e Atitudes cruciais!

A segurança para eletricistas é um assunto recorrente e bastante importante para quem deseja realmente ter resultados no seu trabalho. Seja você um eletricista autônomo, ou mesmo um trabalhador de uma empresa, acidentes podem acontecer e isto é um problema real.

A saída para quem está em algumas empresas maiores é contar com treinamentos de qualidade, como por exemplo o curso nr10 reciclagem. Entretanto esta não é uma opção viável para alguns que só desejam se qualificar em alguma área.

O fato é que existem sim procedimentos padrões que garantem os resultados daqueles que estão na linha de frente de uma empresa. Simplesmente deixar de lado algum ponto da segurança não é uma opção para quem deseja resultados rápidos e confiáveis.

Sendo assim hoje vou abordar o tema da segurança para eletricistas de uma maneira geral. Trazendo os principais tópicos e informações para que você melhore sua colocação no mercado de trabalho e evite problemas.

Segurança para eletricistas – Guia Básico

Primeiramente o seu trabalho precisa começar observando todas as normas regulamentadoras do seu trabalho em questão. São várias, e muitas vezes a sua profissão irá exigir uma combinação delas.

O caso mais clássico é o dos eletricistas que precisam trabalhar tanto em postes como em redes de alta tensão. Antes de mais nada precisam estar amparados com os conhecimentos trazidos pela NR10.

Esta é uma das normas regulamentadoras que trata do trabalho com eletricidade em altas tensões. Mas que dependendo da potência a se encontrar também precisará de um complemento, que chamamos de curso NR10 SEP.

Assim como também é importante que o funcionário esteja pronto para encarar um curso sobre a NR35. Esta é a norma que irá regulamentar os trabalhos em grandes alturas. Lembrando que para esta norma, uma altura que a faz ser exigida é qualquer uma que passe de 2 metros.

Muitas vezes subir uma escada irá exigir de você um preparo maior do que parece.

Quando a pessoa está dando uma manutenção em um poste ou em uma rede de alta tensão, é comum que acabe precisando desses dois requisitos ou mais.

Existem várias, dezenas de normas regulamentadoras por aí. Conhecer as que se aplicam ao seu trabalho é o começo de tudo.

Equipamentos de Proteção individual

Existe algo que precisa ser observado quando o assunto é segurança para eletricistas. No dia a dia você irá se encontrar com várias situações que são inevitáveis. Às vezes porque você não prestou atenção o suficiente no que estava fazendo, ou mesmo porque alguma outra coisa interferiu no seu trabalho.

Então o ideal mesmo é se apegar ao que está fazendo e focar bastante. O foco é o seu primeiro aliado para se fazer um trabalho seguro, bem feito e ágil.

Entretanto alguns equipamentos de proteção, chamados de EPI, são criados exatamente para evitar que muitos desses casos criem problemas irreversíveis e preocupantes.

Digamos que por exemplo um fio esteja descascado e você escorregue a sua mão acidentalmente para a parte exposta. Com as mãos nuas será possível sofrer um choque elétrico, um dos acidentes mais comuns e que pode ir desde um pequeno desconforto até um caso de óbito.

Mas se você estiver utilizando luvas de proteção é bem provável que nada aconteça. Ou mesmo que o choque ocorra, ele será bastante atenuado.

Eletricistas precisam de uma boa base para se manterem seguros

O que não faltam hoje em dia são profissionais que entraram para o ramo da eletricidade sem nenhum tipo de curso formal. Por um lado isto é bom, pois mostra como esta carreira é realmente aberta para todos os tipos de pessoas e fundamentalmente simples.

Entretanto existe um lado bastante negativo em toda esta história. No caso estou falando da capacidade de se envolver em acidentes por não entender bem o comportamento da eletricidade de uma maneira geral.

Hoje existem muitas lendas que dizer que se você fizer tal coisa não irá levar um choque. Mas o que muitas vezes acontece é um acidente que pode chegar a potenciais grades de lesão.

Então escolha o melhor curso de eletricista em Campinas para começar a trabalhar como um verdadeiro e responsável profissional.

Usos variados e combinados

O mesmo pode ser dito das botas de proteção. Elas são criadas especialmente para que vários eletricistas tenham o isolamento ideal em relação ao solo, evitando que eles se tornem um condutor. Mas também podem servir como uma excelente prevenção contra quedas.

Isto acontece por conta do seu solado que é bastante aderente, fazendo com que até mesmo superfícies escorregadias se tornem mais estáveis.

Outros equipamentos muito importantes são os óculos e o capacete. Pois eles protegem exatamente a cabeça da pessoa, evitando danos que deixem ela desequilibrada ou mesmo machucada.

O ideal é que estes equipamentos sejam escolhidos de acordo com as normas técnicas vigentes, garantindo resultados reais de proteção para o usuário.

Entretanto uma coisa precisa ser lembrada sempre: não é porque você está utilizando EPIs que você pode se despreocupar. Estes são recursos para evitar ou amenizar danos de situações que saem do controle, então evite problemas.

Procedimentos de operação

Um outro ponto interessante é que sempre se torna necessário seguir procedimentos padrões para se fazer uma atividade. Normalmente as pessoas vão adquirindo prática com o tempo e descobrem uma maneira que seja segura, eficiente e rápida para se executar uma tarefa.

Este tipo de ação organizada em procedimentos menores podem ir desde a listagem de materiais e ferramentas a até mesmo os meios em que se faz cada coisa. Criando uma ordem de pequenas ações e também de disposição de todos os elementos em cena.

Esta organização também previne problemas, pois ajuda, por exemplo a não deixar um fio desencapado antes que você já tenha todo o necessário para colocar ele do jeito correto. Também podemos falar do hábito de se desligar uma instalação da energia, antes que ela seja alterada.

Todos estes tipos de procedimentos podem soar maçantes para alguns, mas são cruciais quando se desejam resultados de verdade.

homem-medindo-tomada-com-multimetro

Conclusão

Não devemos dar sorte ao azar. Se você é um eletricista, seja funcionário público, de carteira assinada ou autônomo, é sempre bom estar em dia com a sua segurança.

Estudar para crescer é o básico em qualquer profissão, e ter resultados vai exigir de você uma dedicação extra na maioria das vezes.

Sendo assim aproveite para se tornar alguém mais capacitado e bem treinado para enfrentar qualquer situação que possa acontecer.

Minha recomendação é fazer o curso de NR10 da Engehall, lá você terá conteúdos incríveis e importantes para que não saia do eixo da segurança do seu trabalho. Lembrando que algumas atitudes podem colocar em risco outras coisas mais sérias.

Por hoje é isso, espero ter te dado alguma luz e te guiado na direção que você desejava. Estou sempre com novas dicas e informações quentes para a sua profissão.

Qualquer dúvida sobre o assunto é só perguntar!